// author archive

Cesar Valente

Cesar Valente has written 2788 posts for De Olho na Capital

Amor antigo 9

9/1/2003 ESQUIZOFRENIA ILHOA (ou o samba do ilhéu doido) Todo verão, com algumas variações, renasce uma velha pendenga* na Ilha de Santa Catarina. Filhas legítimas da nossa vocação para aldeia açoriana isolada, quieta, parada no tempo, Florianópolis e as demais povoações da ilha** sofrem com o assédio dos estrangeiros. Quem chega admira-se com as belezas […]

Amor antigo 8

10/12/2002 TARADO, EU? Só quem já ficou, um dia, parado na Felipe Schmidt, encostado na parede, perto de algum fusca com aquelas calotas esféricas cromadas, vai saber do que estou falando. Porque houve um tempo, no século passado, em que a Felipe Schmidt era uma rua como qualquer outra, onde os carros passavam e estacionavam. […]

Amor antigo 7

24/11/2002 ILHA DA MAGIA. MAGIA? Na sexta encontrei Rosane Porto no bistrô do Flávio Sturdze e da Grace Dias (Monsieur Cognac, na Lagoa). Rosane é jornalista, professora na Unisul, e a nossa enviada especial ao Continente. Mora, trabalha e vive do lado de lá da ponte. Sempre que a gente se encontra ela cumpre sua […]

Amor antigo 6

14/10/2003 A DURA VIDA DOS ILHÉUS A Ilha de Santa Catarina é um local acolhedor e seus nativos são hospitaleiros. E esta tem sido, por séculos, a nossa ventura e a nossa desgraça. Invadidos ciclicamente por estrangeiros que em pouco tempo sentem-se em casa, temos desenvolvido, ao longo dos anos, defesas tênues e engendrado vinganças […]

Amor antigo 5

20/6/2004 A TAINHA NOSSA DE CADA INVERNO Para os florianopolitanos a tainha não é um peixe comum. Não é uma comida como as outras. É uma liturgia, uma seqüência de atos solenes, um conjunto de circunstâncias. Começa pelo frio, pelos dias azuis ventosos do outono. É o primeiro sinal. Não duvido que existam aqueles que […]

Amor antigo 4

17/6/2004 OS NOVOS FLORIANOPOLITANOS (Crônica publicada no caderno ANCapital, do jornal A Notícia) Quando Florianópolis era menor e a gente conhecia muita gente, ninguém se sentia muito ameaçado com os poucos forasteiros que chegavam. Depois da grande invasão gaúcha da década de 70, muita gente ficou meio traumatizada. E achou que iria perder para estrangeiros […]

Amor antigo 3

8/11/1974 EU ME ORGULHAVA DE FLOPOLIS [Nota do editor: Esta crônica foi publicada no jornal O Estado, de Florianópolis, há quase 40 anos. Tinha esse título aí em cima, brincando com o nome da cidade (isso de “Floripa” é coisa mais recente, de estrangeiro, que os manés nunca engoliram). Na época eu tinha uns bons […]

Amor antigo 2

16/12/2003 O TÚNEL DA CATEDRAL Desde pequeno ouvia falar que existia um túnel ligando a Catedral com… bom, dependendo da época e do interlocutor, podia ir até o Morro da Cruz, até o Hospital de Caridade, ou até a Alfândega. Tinha todos os ingredientes para ser só mais uma lenda urbana. Histórica, mas lenda. Até […]

Amor antigo 1

A partir de agora, e enquanto durarem os estoques, republico velhas crônicas que escrevi sobre um amor antigo: Florianópolis. O pretexto é o aniversário da cidade. A vinheta abaixo identifica a série e coloco em destaque a data da publicação original. Sejam bem vindos. 26/11/2003 A ÚLTIMA DO PRATA Nosso vizinho Mário Prata comete hoje, […]

Sem saída

Os florianopolitanos assistiram a novela da reforma do Centro Integrado de Cultura (CIC), que depois de anos sem fim e montoeiras de dinheiro foi reinaugurado incompleto e faltando vários equipamentos importantes, como os de prevenção de incêndio. Pois agora ocorre coisa semelhante com o Museu de Arqueologia e Etnologia da UFSC (Marque). É um prédio […]

As mulheres que mandam

Esta semana tomou posse como presidente do Chile a Michelle Bachelet. É o segundo mandato dela (governou antes entre 2006 e 2010). Forma, com Cristina Kirchner, presidente da Argentina e Dilma Roussef, presidente do Brasil, o trio de meninas superpoderosas que manda em praticamente toda a América do Sul. Basta ver, aí no mapinha, a […]

Pessedistas à beira de um ataque de nervos

Plano Diretor faz água Pois não é que a Justiça Federal resolveu também azucrinar a vida do Cesinha Jr., coitado? Um juiz mandou a prefeitura dar alguns passos que não tinham sido dados na tramitação do Plano. E estavam previstos na Constituição e no Estatuto das Cidades. A decisão da Justiça não significa, a rigor, […]

Os misteriosos meandros da burocracia

A gente, aqui de fora, tem a impressão que, nos fundos sem fundo do governo do estado, tudo tramita tranquilamente. O que o secretário do Turismo, Cultura e Esporte (não necessariamente nessa ordem) quiser e o que o governador avalizar, sai e o que eles não quiserem não sai. É mais ou menos, mas não […]

A ira do governador

O João Raimundo cultiva seu jeitão lageano e construiu a fama de ser um fala mansa. Cordato e sem rompantes, tem quem ache que às vezes, como maior autoridade do estado, deveria dar uns murros na mesa e falar mais alto. Pois esta semana ele fez algo surpreendente. Claro que não deu nenhum soco, nem […]

Barbárie

Por Emanuel Medeiros Vieira A violência relacionada ao futebol, no fundo, está relacionada à violência maior da sociedade brasileira. Um homem espera o ônibus para voltar para casa, após o jogo, vestindo a camisa do seu time e é massacrado por torcedores de outra agremiação. (No mesmo dia, 23 de fevereiro, um domingo, num shopping […]

A SOL é pop e o Knaesel é réu!

A “Ação Popular n° 023.09.028816-8″ que se arrasta nos escaninhos da Justiça catarinense dá uma boa pista sobre a facilidade e a sem-cerimônia com que os amigos do dinheiro público conseguem movimentar milhões, sem estresse. A ação questiona a forma como o governo do estado, mais precisamente a Secretaria do Esporte, Cultura e Turismo (não […]

Laranjal na Sol intriga o TCE

Os Fundos sem fundo do governo catarinense (que vêm desde o reinado de Luís XV) são uma fonte inesgotável de inspiração e problemas. O susto mais recente é uma auditoria do Tribunal de Contas do estado (TCE) sobre os fundos da Secretaria do Esporte, Turismo e Cultura (não necessariamente nessa ordem). A investigação foi feita […]

E agora, Raimundo?

O império dos sem noção!

Para os efeitos deste nosso estudo nada científico, “sem noção” é todo aquele idiota que não mede consequencias, não antecipa o efeito de seus atos e, portanto, não tem a menor noção do que pode resultar daquilo que ele faz ou deixa de fazer. O “sem noção”, como todo néscio, faz o que faz por […]

Menino

Para Cida e Arnoldo Por Emanuel Medeiros Vieira “E por amor de ti, em guerra o tempo enfrento. Quanto ele em ti suprime, é quanto te acrescento.” (Shakespeare) Aqui não estás (mas “sinto” a tua presença imanente). Não vi o primeiro dente, os cabelos aparecendo mas estás aqui, no lado esquerdo do peito teu sorriso […]

Arquivos