// você está lendo...

Florianópolis

Cesinha recauchuta o brasão!

(O prefeito mudou o brasão da cidade e começou a usar e só depois saiu a lei autorizando a mudança. Mas quem liga pra isso?)

Brasões de Florianópolis

À esquerda, o brasão criado em 1920, com as modificações de 1976; à direita o brasão estilizado que compõe a marca do Cesinha Jr

Lembram da bandeirinha do LHS? Logo que assumiu o governo Luiz Henrique atendeu aos apelos dos marqueteiros e mandou trocar a bandeirinha de Santa Catarina por uma versão “moderna”, de bandeira fazendo ondinha. É um jeito de marcar o governo, de mostrar pro povo que se trata de uma nova administração. E, também, um jeito nada sutil de mandar a Constituição (que fala em impessoalidade da administração pública) às favas.

Bandeirinhas de Santa Catarina

A bandeira “antiga” (e) e a bandeira “moderna” (“com movimento”), criada para marcar o governo LHS, que o Raimundo continua usando

Pois o prefeito de Florianópolis também resolveu criar sua “marca corporativa” às custas de símbolos históricos. Mandou redesenhar o brasão da cidade. Era mesmo um desenho antigo (está à esquerda, na foto lá no alto), que talvez merecesse uma modernizada. Foi criado em 1920 e sua última garibada é de 1976.

O problema, que está fazendo os três ou quatro vereadores de oposição arrancar os poucos cabelos que lhes restam, é que a prefeitura começou a usar a nova marca sem ter uma lei que a autorizasse a isso. E vocês sabem que, em direito público, o que não está expressamente autorizado, é proibido.

A nova “marca corporativa” da gestão Cesinha Júnior começou a ser utilizada em novembro e a lei da mudança foi aprovada agora, na sessão do último dia 17. A pauta do dia estava carregadinha, a mudança do brasão era o ítem 65 de uma lista de 76. Portanto, passou como um corisco, carregado pelo trator governista, que não tuge nem muge.

O prefeito dá tanta atenção aos vereadores, que até “esqueceu” de juntar, ao projeto, o modelo do novo brasão. Mas não tem importância, o que é pra aprovar, a tropa “da base” aprova, sem criar caso.

Marca da prefeitura do Cesinha

Aqui, a marca completa da “gestão Cesinha”, que está sendo utilizada desde novembro em todo o material oficial da prefeitura. Impessoalidade? Pois sim!

Bandeira de Florianóplis

Chiii! A bandeira de Florianópolis tem, como principal elemento, o brasão (sem os dois personagens). E agora? Vai mudar também?

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Pois então, tem prefeito q perdeu o mandato por muito menos, será q a mesma lógica vai valer agora?

    Posted by Cristini | dezembro 19, 2013, 14:01
  2. Eu tinha prometido não comentar mais nada a respeito do que quer que seja, mas o título “Cesinha recauchuta o brasão” é imperdível. Eu recauchuto, ele recauchuta, nós recauchutamos… Dizem que, na sua origem, o verbo recauchutar significa emborrachar novamente, reconstituir “a quente” um pneu, cuja borracha já se desconstituiu com o uso e o tempo. Ele recauchuta o brasão, quando deveria recauchutar o Brasil, ao menos na parte que lhe toca. Qual o político que, em vez de recauchutar arcaicos brasões, terá a coragem de recauchutar um carcomido Brasil, corroído pela ação e pela inanição desses mesmos políticos que insistem em maquiar seu maquiavélico dom de corroer e esvaziar o pneuzinho do povo, o pouco de ar que ainda nos resta, para inflar seu próprio pneu?
    Dá licença, Cezinha! Não tinhas mais nada pra fazer, não?!

    Posted by waltamir | dezembro 19, 2013, 18:44
  3. Mudou minha vida essa reportagem…

    Posted by Juca | dezembro 20, 2013, 09:05
  4. Vem do Prefeitinho Cesinha dizer que aumenta o IPTU porque não tem dinheiro. Quem vai arcar com os custos de mudar o brasão da cidade em todos os estabelecimentos, todos os documentos, todos os panfletos. Ele quer deixar a sua marca, que a Justiça determine que deixe a Prefeitura por atos de impessoalidade. É uma barbaridade esse negócio de querer deixar marca, muitos deixam as digitais, a Justiça é que deve decidir de é “marca” ou digital.

    Posted by José Henrique | dezembro 22, 2013, 01:07
  5. Já que mexeu poderia ter alterado mais… Era só bater uma foto do mafuá que ele autorizou no Terminal Cidade de Fpolis em tempo recorde, sem calamidade pública que justificasse a exceção, para favorecer ex-’posseiros’ do Mercado Público [que não se conformaram com a perda da mamata vinda com licitação imposta pela lei], e usar como marca…

    Será que os da Ala Sul terão o mesmo tratamento isonômico e colocarão lá, como na feira livre, barracas para venda de perecíveis? Açougues, peixarias, frutas, etc.? Se na feira podem vender perecíveis, como carne, frango, laticínios nada impede os balcões frigoríficos para a venda de perecíveis que sairão da Ala SUL, para não perderem os estoques e lucros cessantes durante a reforma, não?

    Gente lá com barraca vendendo ‘resto de estoque’ se tem loja aberta para isso? Por que não vende na loja? E que restos de estoques são aqueles que estão sempre se renovando até com pedido através de rádio? Por que não venderam para outros lojistas ou não doaram para instituições de caridade fazerem bazar com as numerações incompletas da ‘sapatalhada’? Onde guardam a tralha tão perto que vão buscar mais depressa do antes no MP? Já passaram dos ‘cubículos’ para o corredor, avançaram colocando mercadorias onde é ou deveria ser circulação de pedestres. Sempre o mesmo modus operandi: vão avançando aqui e ali, nos corredores como era no MP e o prefeito faz de conta que não sabe. Também não sabe da sonegação de notas fiscais decerto. Eis a marca do governo ‘cesinha’. Se já não respeitou os usuários de ônibus dali mudando sem consultar ninguém, tirando quem era ambulante autorizado e jogando pra outro lugar e plataforma, imagina o que o geninho do papai fará na ‘nova’ licitação dos busões. Não à toa tem o vice que tem… Dois coxinhas que nunca sentaram as bundinhas em busões, né?

    Esse garotinho do “papai a voz do povo” deveria ser estudado pela NASA. Tsc, tsc ;)

    Posted by Lia | dezembro 23, 2013, 19:34

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos