// você está lendo...

Ranzinzices

E LÁ VAMOS NÓS DE NOVO…

Rua alagada em Itajaí

Rua alagada em Itajaí. Foto: Lucas Correia/Diarinho

O vale dos Itajaís nunca estará livre das enxurradas e enchentes que, de tempos em tempos, fazem com que saiam das calhas seus vários rios e ameacem a foz do grande Itajaí com volumes sempre assustadores de água.

Esse é um fato da natureza, conhecido há séculos e estudado com detalhe cada vez maior há muitas décadas. Os habitantes dessa região, contudo, parecem não acreditar muito nessa história. Do jeito que ocupam baixios e encostas, sempre com a conivência, conhecimento e permissão das “autoridades”, parece que acreditam que algum milagre fenomenal fará com que, de uma hora para outra, a natureza se acalme e pare de ser como é.

Além disso, há a sempre repetida farsa do socorro imediato. Assim que o Jornal Nacional anuncia que Santa Catarina está debaixo dágua, correm ministros a seus jatinhos, para levar “conforto aos desabrigados e ajuda aos necessitados”. No jatinho, além do ministro que traz promessa de dinheiro, senadores catarinenses, ministra catarinense e outras autoridades.

Ao desembarcar, com as caras compungidas, são recebidos pelas autoridades locais, igualmente chocadas com a gravidade da situação. E, diante das câmeras, prometem e juram. Como das vezes anteriores. Como sempre fizeram e sempre farão. Estado de emergência, situação de calamidade, dispensa de licitação, tudo ágil, tudo rápido, nenhum catarinense ficará ao desabrigo, ninguém sentirá fome ou sede sem que o poder público corra a acudir.

Como em todas as vezes anteriores. Como sempre. O tempo vai passar, a urgência se dissipará como as nuvens de chuva, as prioridades voltarão ao seu leito modorrento e tudo fica como está. Até a próxima chuva.

Governador recebe o ministro

JR, Bezerra, Ideli e Hobus. As providências de sempre. Foto: James Tavares/Secom

Visita ilustre: na foto acima, o governador João Raimundo recebe o ministro Bezerra, que veio ver a situação de perto e prometer verbas federais. Agora vai!

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Fosse na China, pegariam a água em “excesso” do Vale do Itajaí e bombeariam para reservatórios localizados em outras bacias hidrográficas do Estado, para ser usada nas secas de verão.

    Posted by Fernando S | setembro 24, 2013, 13:10
  2. Assim é.

    Posted by Ulysses Dutra | setembro 30, 2013, 11:43

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos