// você está lendo...

Fala leitor

O dinheiro abunda na Secom-SC!

Leitor é bicho chato! Este blog tem uns mesmo que vou te contar! Vivem arranjando sarna para que eu me coce. Eles sabem que depois que o governo de SC fez um novo portal e escondeu o link para o Diário Oficial do Estado, eu tenho tido muita preguiça de ir atrás. Então, o que fazem esses leitores metidos? Me mandam recortes do DOE. E fazem perguntas cretinas.

Vou dar um exemplo da impertinência de alguns dos leitores deste blog: ontem me mandaram dois recortes do Diário Oficial do Estado de Santa Catarina do último dia 21 (DOE nº 19.643) e algumas perguntas.

As perguntas são sempre do mesmo tipo, implicando com os pobres dos gestores públicos, supondo que eles são desonestos, descuidados, incompetentes, malintencionados ou tudo isso junto. Olhaí:

“a) foi feita licitação para ambos os serviços?
b) quais empresas participaram?
c) qual a capacitação de tais empresas para prestar tais serviços?
d) qual a necessidade dessas contratações?
e) tá sobrando dinheiro?”

E aí estão os recortes, da página 22 do DOE citado:

contrato secom 001

Quase R$ 50 mil para aprender a gerenciar crises? Taí a primeira.

contrato secom 002

R$ 60 mil em treinamento para"enfrentar" jornalistas? Com essa imprensa a favor?

O fato da data de publicação ter sido posterior à data da execução dos serviços, aparentemente, é um detalhe sem importância. Ter que publicar antes seria um preciosismo irritante. Afinal, às vezes o gestor tem a idéia e precisa realizar o evento imediatamente, antes que a idéia passe. Não dá tempo para esperar o Diário Oficial. Que, além de tudo, quase ninguém lê.

Junto com os recortes e as perguntas, os leitores inxeridos mandaram também umas fofocas, maledicências de gente a quem faltam lotes para carpir. Coisa de facebook ou de orkut. Que eu nem deveria dar guarida e publicar, mas vou mostrar, para que vocês vejam o nível da falta de respeito. Tomam-me por um néscio, que não entende as coisas e perguntam se “precisa desenhar”. Claro que uma imagem sempre ajuda a entender, ainda mais quando se tratam de transações envolvendo gerenciamento de crises na área de comunicação.

“O representante da empresa contratada (no contrato 001), a tal BFS Assessoria e Comunicação, é André Pinto Silveira. Conheces? Ele é de Brusque, radialista e – o mais interessante – foi secretário de Comunicação de Blumenau até o último dia do governo João Paulo Kleinubing – amicíssimo de primeira ordem do atual secretário de Comunicação do Estado, Nelson Santiago, ambos líderes do PSD de Blumenau e onde Santiago foi secretário da maior confiança de Kleinübing. Pegou ou precisa desenhar?”

O fato do prestador de serviço ser ou ter sido amigo, conhecido, colega e/ou correligionário do secretário Santiago e/ou do ex-prefeito presidente do Badesc, não quer dizer nada. Não há, a priori, ilegalidade nem suspeita de maracutaia só por causa dessas coincidências. Como deve ter sido ensinado no curso, essa crise pode ser gerenciada com facilidade respondendo, com agilidade e transparência, as perguntas que não querem calar (aquelas lá do início).

Já o outro contrato, para ensinar o primeiro escalão a “lidar” com a imprensa, espanta não só pelo valor tão alto por um cursinho tão “compacto”. Mas, principalmente, porque se tem uma imprensa “a favor”, com repórteres corteses e até demasiadamente educados, é essa “grande mídia” catarinense. A crise desse contrato controverso também poderia ser gerenciada adicionando, às respostas às perguntas acima, uma boa resposta para mais estas perguntas: f) qual o programa, o conteúdo desse cursinho? g) quem foram os/as ministrantes? h) fala sério, tá mesmo sobrando dinheiro?

Bom fim de semana.

O SECRETÁRIO RESPONDE

O Secretário de Comunicação deixou, nos comentários, algumas respostas às perguntas do leitor (e minhas). Trago pra cá, porque nem todo mundo abre a caixinha de comentários.

Caro Cesar,

A respeito de sua nota “O dinheiro abunda na Secom-SC”, alguns esclarecimentos:

1) O link para o Diário Oficial não foi “escondido” no novo portal do Governo do Estado. Ele já não existia no anterior (que ainda está no ar, permitindo que você possa verificar o que digo, neste link). O link para o Diário Oficial do Estado está onde sempre esteve, no site da Secretaria de Estado da Administração, confira aqui. Aliás, foi uma boa sugestão. Vamos inclui-lo num banner na home do portal. Obrigado pela dica.

2) Quanto às contratações, ambas foram feitas na forma da lei, precedidas por processos licitatórios.

3) O treinamento de mídia foi objeto da carta convite 177/2013, lançada em 09 de maio, cuja vencedora foi a empresa Oficina da Palavra. O contrato foi assinado no dia 15 de agosto. A data do treinamento foi alterada e o mesmo deverá ocorrer em setembro.

4) O treinamento para gestão de crises foi contratado como resultado da carta convite 176/2012, publicada em 20 de maio, tendo como vencedora a empresa BFS Comunicação. O contrato foi assinado, conforme divulgado no DOE, em 14 de agosto.

5) Sobre os valores, são de mercado, definidos em processo de licitação aberto a todos os interessados.

6) Sobre o fato da empresa BFS ser de um ex-secretário da prefeitura de Blumenau, onde também atuei (embora em períodos diferentes; deixei a prefeitura em 2008 e o Sr. André Silveira trabalhou lá após este período) não invalida em nada o contrato, o processo e muito menos o trabalho. Nem ele, nem nenhuma outra pessoa que tenha, em algum momento, trabalhado no setor público deve ser penalizado por isso. O fato dele ter trabalhado na mesma prefeitura que eu não o impede, legal nem moralmente, de ter contratos com qualquer órgão público. Ele é um profissional competente e a empresa dele apresentou, conforme exigido no edital de licitação, atestados de capacidade técnica para prestar o serviço contratado.

7) É dever da Secom preparar os integrantes do Governo do Estado para um bom relacionamento com a imprensa, pois temos como obrigação divulgar nossos atos, da melhor e mais ampla forma possível.

A publicação dos atos no DOE pode ocorrer posteriormente à execução dos contratos, o que não é ilegal. Importante lembrar que o processo licitatório, este sim, deve e foi divulgado conforme determina a legislação, permitindo a ampla concorrência.

Ambos processos estão à sua disposição para verificação de seu inteiro teor, aqui na Secom.

Atenciosamente,

Nelson Santiago
Secretário de Comunicação do Estado

Posted by Nelson Santiago | agosto 23, 2013, 16:06

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Deveriam contratar um professor de redação : ‘ministrar curso … que será ministrado…’ fora a gramática.

    Posted by Les | agosto 22, 2013, 09:02
  2. E o que dizer de um contrato na esfera da Infra-Estrutura, para verificação de grampos telefônicos? Foi feito junto a um ex-delegado da PF. Precisa?
    O fornecedor faz algum serviço? Ou só presta lobby junto à própria PF para verificar se alguém tem “grampo”legal autorizado?

    Posted by Pela Verdade | agosto 23, 2013, 09:34
  3. Quando abunda não há falta.
    Pena que ética, honestidade, compromisso com o bem público (não bens públicos virarem particulares) não abundem entre nossos políticos….

    Posted by Léo | agosto 23, 2013, 11:24
  4. O velho Q.I. (quem indica) é formalizado na esfera pública: Inexigibilidade de Licitação. A “Oficina da Palavra” tem contratos polpudos por todo Brasil. A sede fica bem pertinho do Senado ;) http://www.mpmt.mp.br/conteudo.php?pageNum_Pagina=1&sid=261&cid=53955&totalRows_Pagina=75

    Posted by Tamura | agosto 23, 2013, 15:35
  5. Caro Cesar,

    A respeito de sua nota “O dinheiro abunda na Secom-SC”, alguns esclarecimentos:

    1) O link para o Diário Oficial não foi “escondido” no novo portal do Governo do Estado. Ele já não existia no anterior (que ainda está no ar, permitindo que você possa verificar o que digo, neste link). O link para o Diário Oficial do Estado está onde sempre esteve, no site da Secretaria de Estado da Administração, confira aqui. Aliás, foi uma boa sugestão. Vamos inclui-lo num banner na home do portal. Obrigado pela dica.

    2) Quanto às contratações, ambas foram feitas na forma da lei, precedidas por processos licitatórios.

    3) O treinamento de mídia foi objeto da carta convite 177/2013, lançada em 09 de maio, cuja vencedora foi a empresa Oficina da Palavra. O contrato foi assinado no dia 15 de agosto. A data do treinamento foi alterada e o mesmo deverá ocorrer em setembro.

    4) O treinamento para gestão de crises foi contratado como resultado da carta convite 176/2012, publicada em 20 de maio, tendo como vencedora a empresa BFS Comunicação. O contrato foi assinado, conforme divulgado no DOE, em 14 de agosto.

    5) Sobre os valores, são de mercado, definidos em processo de licitação aberto a todos os interessados.

    6) Sobre o fato da empresa BFS ser de um ex-secretário da prefeitura de Blumenau, onde também atuei (embora em períodos diferentes; deixei a prefeitura em 2008 e o Sr. André Silveira trabalhou lá após este período) não invalida em nada o contrato, o processo e muito menos o trabalho. Nem ele, nem nenhuma outra pessoa que tenha, em algum momento, trabalhado no setor público deve ser penalizado por isso. O fato dele ter trabalhado na mesma prefeitura que eu não o impede, legal nem moralmente, de ter contratos com qualquer órgão público. Ele é um profissional competente e a empresa dele apresentou, conforme exigido no edital de licitação, atestados de capacidade técnica para prestar o serviço contratado.

    7) É dever da Secom preparar os integrantes do Governo do Estado para um bom relacionamento com a imprensa, pois temos como obrigação divulgar nossos atos, da melhor e mais ampla forma possível.

    8) A publicação dos atos no DOE pode ocorrer posteriormente à execução dos contratos, o que não é ilegal. Importante lembrar que o processo licitatório, este sim, deve e foi divulgado conforme determina a legislação, permitindo a ampla concorrência.

    Ambos processos estão à sua disposição para verificação de seu inteiro teor, aqui na Secom.

    Atenciosamente,

    Nelson Santiago
    Secretário de Comunicação do Estado

    Posted by Nelson Santiago | agosto 23, 2013, 16:06
  6. Caro Cesar,

    Não resisti em começar da mesma maneira…
    Mas não é que os caras não tem um pingo de vergonha na cara! Olha, estou com 56 anos, com tempo de aposentadoria no serviço público estadual, e não me acostumo com a cara de pau desta gente! Beira o acinte! Beira, não; é um acinte! Se esse fosse um país sério…

    Posted by Helio Lemos | agosto 24, 2013, 11:36
  7. A “justificativa” é do mesmo “naipe” que se dá para compra de carros blindados para vereadores, deputados, senadores, para blindar câmaras de vereadores, para construírem nababescos tribunais…
    Até mesmo a legalidade não nos convence, pois é muita dispensa de licitação… É muita licitação direcionada… É cartel…

    Os caras não acham que o povo é bobo: tem certeza!

    Posted by Léo | agosto 24, 2013, 12:19
  8. Tínhamos o país da piada pronta, agora temos também o estado do escândalo pronto. Mas claro que isso tudo aí é só uma grande coincidência,tudo muito legal e nós é que somos inxeridos, maledicentes, fofoqueiros e achamos certos negócios do Poder Público muito suspeitos. Coisa da cabeça de quem não tem o que fazer. Por falar nisso, vou dar uma de “grande mídia” e vou ali carpir um lote e deixar de lado esses pensamentos tolos.

    Posted by José Carlos | agosto 24, 2013, 14:25
  9. O dinheiro abunda també na comunicação da nossa Alesc, onde recentemente criaram um departamento, com dois funcionários somente para cuidar do tuiter.

    Posted by Rener | agosto 25, 2013, 19:30
  10. Pelo visto o média training (sic) é para os políticos dizerem à impresa, quando algum escândalo acontece a seguinte frase: eu não sei de nada!

    Posted by Pela Verdade | agosto 26, 2013, 12:52
  11. A Secom é tudo ex da RBS que não funciona, na verdade, um bando de amadores. O site do governo do estado fizeram nas coxas, se clicar no link do detran cai no site velho. Quem é o incopetente que aprovou aquilo e quanto gastaram?

    Posted by Mendes | agosto 30, 2013, 14:51

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos