// você está lendo...

Tolices

Notícias do loteamento

Capitania hereditária da Saúde tem nova administradora

Mapa das capitanias

Mapa das capitanias hereditárias brasileiras, mostrando como eram antes da criação do PMDB, PSD, PSDB, PP, PDT, PT...

Os governos em geral e o nosso em particular, governam utilizando-se do antiquíssimo conceito desenvolvido por D. João III, em 1534: a divisão do território em parcelas que são administrados por amigos da coroa (não, não estou me referindo à presidenta).

Desde sua invenção, essa forma de governar teve diversos objetivos. O mais recente é a garantia da “governabilidade”. Ou seja: a eliminação de arroubos opositores pela cooptação dos atores.

Tá certo que aquela primeira experiência (tão bem retratada no mapinha que ilustra esta página) não deu muito certo e os resultados foram desastrosos. Mas o pessoal não desiste fácil e continua insistindo.

Eberhardt e Colombo

Como se vê na foto, Colombo e Eberhardt tiveram uma reunião bem animada no domingo, discutindo os problemas seríssimos da Saúde catarinense! Fotos do A. C. Mafalda/SECOM

No final de semana tivemos a solenidade de entronização de novo administrador (agora uma administradora) numa das capitanias hereditárias, conhecida como “Secretaria de Estado da Saúde”. Como vocês sabem, o donatário dessa Capitania é o PMDB do LHS. No domingo o governador JR foi apresentado à simpática e risonha Tânia Eberhardt, que foi indicada pelos donatários para tocar o barco.

Uns dias antes, outra Capitania agitou-se. Um dos grumetes estava criando problemas e aí o donatário (PSDB-SC) mandou o administrador da “Secretaria de Estado da Organização do Lazer” (o nome mudou, mas como a sigla continua “SOL”, a gente pode continuar chamando pelo velho apelido) dar um jeito antes que algum aventureiro lançasse mão e tomasse aquelas terras férteis, cheias de fundos.

Há quem diga, sem conhecer a realidade da política, que esse “loteamento” prejudica a administração e não traz benefícios para a população.

Ora, basta ler os artigos do Lula no The New York Times ou os romances que levaram José Sarney e Fernando Henrique Cardoso à Academia Brasileira de Letras, para ver que é dando que se recebe. E que quanto mais gente tiver um empreguinho público, menos gente fica pensando bobagens como criticar o que o governo fez ou deixou de fazer.

Claro que, de tempos em tempos, arriscam-se, os administradores de capitanias, a ter que mandar a tropa de choque acalmar alguns mais exaltados. Mas isso é do jogo. Basta fazer um plebiscito, prometer uma reforma política e talvez relotear as capitanias, que tudo se acalma e volta ao normal.

Eberhardt e Colombo

Tânia Eberhardt, nova secretária da Saúde, com o governador JR

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Li por aí que a credencial dela pra ocupar este imporante cargo era a de ter sido vereadora de Joinville em duas oportunidades, confere?

    Posted by Alex | julho 9, 2013, 08:26
  2. As promessas estavam na ponta da língua. Quando perguntada se estava ciente da situação, “vamos ver, vamos estudar, vamos verificar…”

    Posted by Léo | julho 9, 2013, 13:41
  3. Parece-me que na atual conjuntura o loteamento é fato consumado, então cabe apenas verificar os predicados da indicada e torcer para que a coisa dê certo. Vendo o currículo da nova secretária, achei que ela ao menos já tem experiência na área, lá em Joinville, e não chegou com arrogância de ter a solução para todos os problemas. Meno male!

    Posted by carlos | julho 9, 2013, 16:40
  4. César:
    - O JRColombo diz que fastou 2 anos para conhecer o governo e poder dar início às obras.
    - Se a regra for válida para a atual secretária, ela fica até o final do governo para entender o funcionamento da pasta.
    Resultado: A SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR SÓ VIRÁ NO SEGUNDO MANDATO, SE EXISTIR. E TOMARA QUE NÃO EXISTA.
    Em tempo: indicada pelo Luiz Henrique certamente demandará mais tempo para aprender. Pois seu “chefe”governou por dois mandato e não aprendeu a gerenciar nada.

    Posted by Pela Verdade | julho 9, 2013, 18:29
  5. Posted by Fabio Neves | julho 15, 2013, 10:06

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos