// você está lendo...

Ranzinzices

Catzo! Tudo na mesma!

DEPOIS DE UM MÊS DE FÉRIAS TIO CESAR CONSTATA, INJURIADO, QUE NADA MUDOU!

A imexível cúpula da segurança

Essa foto da “cúpula da segurança” é do dia 4 de fevereiro de 2013. James Tavares/SECOM

IDIOTA QUE SOU

Idiota que sou, achei que ao retornar ao batente econtraria tudo mudado. Na crise da segurança, por exemplo, uma vez identificado que o problema nasceu mesmo de falhas na administração penitenciária, tinha certeza que o governador trataria de promover uma boa mexida na secretaria que cuida dos presídios. Que nada

A única mudança significativa que pude perceber é que antes de dizer se um atentado foi atentado ou “acidente”, é preciso que vários órgãos e “autoridades” batam cabeça até decidir se divulgam uma coisa ou outra.

Fora isso, tudo continua como dantes: quando a malandragem resolver parar de aterrorizar, ela para. Quando resolver voltar, ela volta. Porque se trata de uma guerra de guerrilha muito difícil de combater, que exige uma tropa maior do que a que dispomos e uma inteligência mais atilada do que a que temos visto atuar.

A tropa, por falar nisso, já era insuficiente para tempos “normais”. Nas crises essa carência de pessoal adequadamente treinado fica ainda mais evidente.

Ontem, naquela patética entrevista que o governador dá para sua própria secretaria de Comunicação (praticamente um monólogo), tudo era otimismo. Tão alegre estava o Raimundo que até prometeu pagar os juros dos empréstimos que as prefeituras contraírem junto ao Badesc. Coelhinho da Páscoa!

O PMDB CONTINUA

O PMDB continua recebendo SMSs desaforados das urnas. O candidato apoiado pelo Dr. Moreira em Criciúma levou um pontapé do eleitor que certamente vai entrar para a história política no capítulo das “derrotas acachapantes”.

Na prática, contudo, nada muda. O vencedor é do PP, partido que está vivendo em concubinato com o governo do estado e, portanto, também anda de namoricos com o PMDB. E na verdade o eleitor votou mesmo foi no candidato ficha suja (Salvaro) que, por um capricho da Justiça Eleitoral ficou inelegível. Demonstra o sábio eleitor criciumense que não está nem aí para essas firulas de moral e ética e quer mesmo é rosetar, elegendo quem cedeu o nome para concorrer no lugar do impedido.

Isso não diminui, contudo, o vexame a que foi exposto mais uma vez o Dr. Moreira na sua base eleitoral. E, no mesmo barco, está a super-secretária Ada de Luca, igualmente uma das forças políticas da região, imexível no governo do estado, mas, ao que tudo indica, sem condições de eleger o poste Benedet. Benedet que, por sinal, prestou à Segurança Pública de Santa Catarina um serviço inestimável, ajudando-nos a alcançar os padrões de “excelência” e “eficiência” que hoje desfrutamos.

NA MESMA

Na mesma também estão as demais áreas que, em janeiro, já estavam em crise. Na educação, por exemplo, o João Raimundo continua prometendo para amanhã consertar as escolas estaduais antes que sejam interditadas, antes que as mazelas apareçam na imprensa ou antes que alunos coloquem fotos “desabonadoras” no facebook.

Esse costume já vem de muitas décadas: ninguém faz nada antes que a coisa “estoure”. Se não saiu no DIARINHO, vai empurrando com a barriga. Se não apareceu um fiscal da vigilância sanitária (decerto mandado por um desafeto político), vai deixando como está. Se não caiu nada na cabeça de ninguém (ou se caiu e ninguém ficou sabendo), toca o barco e boca de siri.

Ah, o fato de todo mundo ver o desleixo e comentar que mais dia menos dia vai dar m… pelo jeito não significa nada para as “autoridades” de todos os poderes e áreas. Vejam o caso das passarelas de pedestres da capital. Basta uma olhada superficial pra ver que falta manutenção, falta cuidado e que mais dia menos dia vai acontecer uma desgraça. Numa delas, na avenida mais movimentada, diante de um dos grandes shoppings da cidade, um guri foi se encostrar na grade de proteção e a grade desabou. Culpa do guri, claro. Não tinha nada que se encostar ali. Ah, e as pontes. Já olharam por baixo delas?

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Eremildo tambėm era um idiota com dúvidas pertinentes iguais as nossas. Welcome to the road again.

    Posted by Paulao | março 5, 2013, 08:14
  2. Quantos votos faria o vicegovernador Moreira se fosse candidato a vereador em Criciúma? Nem 2.000 votos.

    Posted by Pedro Eustaquio | março 5, 2013, 08:18
  3. Caro César: passarelas, pontes (a do Matadeiro já caiu),escolas, postos de saúde, estradas (Scs e BRs), tudo ameaçando desabar na nossa cabeça. E os ógãos públicos cada vez mais ineficientes graças a autoridades incompetentes e omissas. E não saia de casa, você pode ser assaltado ou ter seu carro queimado enquanto os responsáveis pela Segurança decidem o que é atentado ou vandalismo.

    Posted by Mário Medaglia | março 5, 2013, 11:29
  4. É professorm como já dizia o refrão, “o empo passa, o tempo voa, só..”. – Os problemas são os mesmos, e pior, as caras também.

    Posted by Max | março 5, 2013, 15:07
  5. Não subestimem o PMDB. Vaticanistas experientes afirmam que a eleição do papa está indefinida, mas o novo camerlengo será do PMDB.

    Posted by Jairo Cardoso | março 5, 2013, 17:11
  6. cara….a Dias caiu um pedaco da ponte Colombo sallee…a notices do dia falou alguma coisa…o DC nem tocou no ass unto…ta o bixu…

    Posted by Jose netto | março 5, 2013, 20:17
  7. Claro, a Colombo Salles será interditada daqui a alguns anos, e fica o caminho aberto para a construção de uma quarta ponte. A que custo, só as empreiteiras sabem.

    Posted by Fernando S | março 6, 2013, 09:17

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos