// você está lendo...

Bloguices

Um bom ano

Este 2011 que está terminando foi muito generoso comigo e com a Lúcia. Como, felizmente, têm sido a maioria dos anos. Mas neste, em especial, houve uma concentração extraordinária de eventos que nos encheu de alegria. Foi, sem duvida, um bom ano.

Kilts

Comecei o ano na Escócia, esperando o segundo neto.

Mapa UK

Janeiro e fevereiro escocês, com rápida passagem londrina

Em fevereiro nasceu o Nicolas, segundo neto, filho da Marta e do Danilo. Também nesse mês o primeiro neto, Augusto, filho do André e da Alice, fez um ano. Em maio conseguimos um feito que começa a rarear: a filharada toda reunida num único local. No caso, Florianópolis. E o Pedro, filho mais velho, casou com a Sara e os dois mudaram-se para os Estados Unidos. Além da “movimentação” familiar, foi também um ano de viagens acima da média. Depois de viver quase dois meses na Escócia, conhecendo o dia-a-dia dos habitantes de Aberdeen e tendo visitado o Lago Ness (a partir de Inverness), Edinburgh e Londres, achei que tinha esgotado a cota do ano.

Mas aí o Medaglia, que tinha vencido um câncer e estava animado e com vontade de comemorar, inventou de visitar a terra natal de seus antepassados, no sul da Itália. Medroso de avião, sem grande experiência em viagens ao exterior, não queria ir sozinho e convidou o Lanzetta (outro oriundi) e eu para acompanhá-lo. Tem coisas na vida que, se a gente pensar muito, não faz. Por isso, a sabedoria milenar ensina que pra casar, ter filhos e viajar com o Medaglia, não se pode pensar. Fui.

Como é uma viagem longa, o Medaglia quis aproveitar para conhecer as redondezas de Morano Calabro, ou seja, praticamente a Itália toda. Olha só:

Mapa do sul

O trio chegou em Roma e foi primeiro para o Sul

Mapa do norte

E depois, sem o Lanzetta, que voltou mais cedo, fomos para o norte

Morano

A pequena e lendária Morano Calabro. Foto: Mário Medaglia

Isso foi em setembro e comecinho de outubro. Mal voltei, já estava na hora de viajar de novo, desta vez com a Lúcia. Aproveitamos as milhas acumuladas e pegamos uma passagem “grátis” para visitar o Pedro na sua nova casa. Fomos para a costa oeste dos Estados Unidos. Tinhamos boas lembranças de San Francisco e Los Angeles, onde estivemos em 1979, numa das nossas primeiras viagens depois de casados. Aproveitamos que o vôo de ida fazia uma parada de um dia em Chicago, para conhecer um pouco a cidade. E depois de instalados na casa do Pedrinho, percorremos de carro a Highway 1, a estradinha cheia de curvas à beira do Pacífico, que une San Francisco a Los Angeles.

Mapa costa oeste

Além de San Francisco, visitamos os arredores

Ladeiras

Tivemos sorte: San Francisco sem neblina e com temperatura agradável

San Francisco é uma das cidades norte-americanas mais agradáveis para se visitar e viver. Além disso, ali perto tem o vale do rio Napa, com vinhedos e vinícolas cercando pequenas cidades como Yountville, com bons restaurantes e um jeito simpático de interior. Um passeio reconfortante. Para o sul, Monterey  com seu aquário espetacular e Carmel by The Sea (a cidade em que o Clint Eastwood tem um hotel e de onde foi prefeito), são boas escalas para a viagem de volta de Los Angeles. E lá, naquele centro de entretenimento que tem Hollywood, Disneylandia e tantas outras atrações, passamos um dia no The Getty Center, em Brentwood. Um complexo arquitetônico instalado no alto de uma colina, com museus e centros de exposição, com jardins fantásticos. Lá longe, a névoa de poluição e o agito do centro de Los Angeles.

Los Angeles

Los Angeles ao fundo, vista do The Getty Center

Pois é, não posso me queixar. E depois de viajar tanto por tantos lugares diferentes volto pra casa em… Florianópolis. Afinal, moro na ilha em que metade dos brasileiros gostaria de passar férias. E que, em dias ensolarados e azuis como hoje, faz com que os visitantes pensem seriamente em não sair mais daqui.

Ponte Hercílio Luz

De volta a Florianópolis, esperando os netos para as festas de fim de ano

Espero que vocês que me honram com a visita e a leitura também tenham tido, neste ano, bons momentos. E que estejam animados, como nós aqui em casa, para fazer de 2012 também um bom ano.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Ué, entrei no facebook?

    Posted by Edmundo Alves | dezembro 19, 2011, 21:03
  2. És novo por aqui, né? Não esquenta. Logo te acostumas com a minha falta de disciplina.

    Posted by Cesar Valente | dezembro 19, 2011, 22:26

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos