// você está lendo...

Eleições 2010

É a economia, estúpido!

A frase “It’s the economy, stupid” ficou famosa de tanto que foi usada na campanha presidencial norte-americana de 1992. E demonstra a força que a percepção da situação econômica pode ter no ânimo do eleitor. Por aqui também temos alguns exemplos disso: Fernando Henrique Cardoso se elegeu no embalo da estabilidade econômica, com o sucesso do plano Real.

Dilma foi eleita graças ao prestígio que seu principal cabo eleitoral amealhou não só com sua conversa mole, mas principalmente com o bom desempenho da política econômica. O fato do Brasil ter saído da crise internacional antes da maioria dos países e das empresas locais terem sofrido um impacto relativamente pequeno, certamente fez com que o eleitor ficasse com medo de mudar. É provável que se o cenário econômico fosse outro, o discurso da oposição teria maior receptividade.

Eu até achava que a diferença seria maior. Afinal, além da bonança econômica, a máquina governamental estava a serviço da candidatura e a oposição cometeu todos os erros que poderia ter cometido. A começar pela demora em definir candidato. O resultado não foi “de lavada”. Como não foi pelada a coruja, como se supunha, no primeiro turno. Há um número considerável de eleitores que, mesmo num ambiente econômico tranquilo, quer tirar o lulismo do poder. Não foram suficientes para conseguir, mas não poderão ser ignorados.

E agora que a coisa tá resolvida, tem um ponto em que provavelmente muitos de nós concordamos: menos preocupante que ter Dilma como presidente, é ter Temer (e seu PMDB velho de guerra) como vice-presidente.

O lado bom é que a campanha terminou e podemos voltar a trabalhar. E rápido, porque daqui a pouco já vai começar a campanha para prefeitos e vereadores e tudo vai entrar em compasso de espera novamente.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Creio que no caso brasileiro a frase certa seria “É a teta do Estado, estúpido”. O apoio a Fiona abrange desde a bolsa-família até a bolsa-BNDEs, passando pela sindicalismo de gangue e pelo fisiologismo dos grotões do PT-PMDB.

    Posted by Victor Carlson | novembro 1, 2010, 15:04

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos