// você está lendo...

Esportivas

Será que vai faltar garapuvú?

A batalha do Rio da Prata como pretenderam jornalistas da pátria nossa, idolatrada, salve, salve, não aconteceu. Foi o jogo mais chinfrim entre Uruguai e Argentina que já deve ter passado pelo estádio Centenário. O anunciado grau de dramaticidade que envolveria a partida ficou para o final com a justificada explosão de alegria de Maradona e seus jogadores comemorando a vitória sofrida em uma apresentação pífia. A importância e o significado deste confronto não mereciam a grande pelada que foi disputada paralelamente ao jogo do Brasil. Por sinal, outra partidinha rastaqüera, de certa maneira explicando  porque nossa classificação chegou tão cedo, a Argentina passou o que passou para chegar à Copa e o Uruguai ainda terá que tentar sua vaga na repescagem. No fim salvaram-se todos. Ficaram de fora, imaginem, os piores.

 Eliminatória é uma coisa, Copa do Mundo é outra, isso é o que devemos pensar. Os europeus têm outros parâmetros, tanto que algumas das grandes equipes européias ficaram pelo caminho. Lá a exigência é bem maior, o buraco é mais em baixo, enquanto aqui não tem buraco, quando muito um morrinho que faz o pessoal sofrer e reclamar da vida.

O nível do futebol apresentado pelos candidatos sul-americanos não dá pra encher ninguém de entusiasmo. É recomendável cautela e canja de galinha para o torcedor brasileiro que viu sua seleção classificada com três rodadas de antecedência e passou a jogar por laranjas. Pode ser que por isso nosso time, cantado em prosa e verso, só vale pelo que fez com a Argentina, um grande adversário, mas que a gente sentiu a caricatura que é ao longo da competição. Continuo pé atrás com o Brasil, as façanhas e os números do Dunga. Ano que vem na África do Sul é que vamos ver com quantos garapuvús se faz uma canoa.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

Comments are closed.

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos