// você está lendo...

Pérolas do DOE

A graninha abundante dos Fundos do LHS

Lá vamos nós, examinar mais algumas preciosidades garimpadas nas páginas do Diário Oficial do Estado. Desta vez a colheita foi feita no DOE do último dia 10.

ASSESSORIA EUROPÉIA

Quando a gente lê que o estado participa da feira tal, do congresso tal, imagina que a coisa está sendo financiada pelos órgãos diretamente envolvidos. E até pensa, que, em muitos casos, é a própria iniciativa privada (a maior interessada, porque poderá fazer negócios) que ajuda a pagar.

No caso do turismo, a Santur deve ter uma dotação especial para isso. Afinal, é para promover o estado que ela existe.

Mas, no Diário Oficial, ficamos sabendo que existe mais coisas entre o céu e a terra que os aviões de carreira. O governo contratrou uma empresa, chamada “Instituto de Cooperação Brasil-Europa” (www.institutobrasileuropa.org), pela módica quantia de R$ 135 mil, para tocar o projeto “Santa Catarina na feiras e eventos da Europa”.

E a grana sai do Funturismo. Não está dito, no sucinto registro que aparece no DOE, como o serviço será feito. Nem que tipo de coisa a verbinha cobre.

MAIS EUROPA

O mesmo instituto (que é uma organização não governamental sem fins lucrativos que, contudo, vive de verbinhas do governo), dirigida pelo Ênio Schöninger, que já atua naquele nicho de “atração de turistas e investidores para Santa Catarina”, também vai levar, segundo o DOE, mais R$ 62 mil do Funturismo para o projeto “Recepção e acompanhamento da comitiva Karlsdorf Neuthard e Greifswald, da Alemanha” (devem ser visitantes dessas cidades alemãs).

É uma boa graninha para fazer as honras da casa, não acham?

HOSPITAL MUSICAL

Como os registros do DOE são muito curtinhos, às vezes mal escritos e em geral não entram em detalhes, a gente nunca sabe direito do que se trata. E acaba achando estranho o relacionamento de uma coisa com outra. Por exemplo, está lá que o Funcultural do governo LHS vai dar (ou já deu) R$ 150 mil para a Associação dos Amigos do Hospital Universitário da UFSC. E aí, antes que a gente pense na aquisição de algum equipamento para o hospital ou coisa parecida, lê que o objeto da doação é o projeto “Isaurinha – Samba, jazz e bossa nova”. Tudo a ver, né?

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Tem fundo sobrando até pra pagar a paella dos outros, professor. Imagina se não teria pra bancar umas viagens de cooperação?

    Posted by Julie Philippe | setembro 17, 2009, 16:48
  2. Tio César,
    Dá uma olhadinha nos banner isntalados na posteação da Beira Mar.
    Patrocínio para uma Paella dum tal cara!!!
    Como tem gente fazendo festa, patrocinada pelos órgão públicos, para vier em rodas sociais como se fossem alguma coisa…
    É paella dum, caldinho doutro, peixada do gui, macarronada do cicrano….
    Enquanto isto a turma de Guaraciaba, no sentido de figura de linguagem, fod…..-se!

    Posted by lh | setembro 17, 2009, 18:11
  3. Estranho é ver a AAHU envolvida em coisas desse tipo. Sempre a vi em projetos tão sérios. Por sinal, ela já foi a responsável por salvar o HU em não poucas vezes…

    Posted by Fernando Silva | setembro 17, 2009, 20:28

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos