// você está lendo...

Perigos da internet

O golpe porco da gripe suína

Tem um e-mail malicioso circulando com o assunto “PREVENÇÃO!” (assim, com caixa alta, que os golpistas vivem gritando) e o texto abaixo:

“ATENÇÃO.

O Ministério da Saúde lançou nesta Quarta-Feira, o manual que está ajudando milhares de pessoas a se prevenir contra a “GRIPE SUÍNA”.
Com efeitos bastante positivos, pois o manual trás leitura bastante simples e ilustrativa.
Por favor, LEIAM com bastante atenção, pois a informação ainda é a melhor forma de prevenção.

Visualizar Manual de Prevenção.

- PROTEJA VOCÊ, SEUS FAMILIARES E AMIGOS!.

disque saúde 0800 61 1997

Ministério da Saúde – Esplanada dos Ministérios Bloco G – Brasília / DF
CEP: 70058-900 – Fone: 3315-2425 – contato@saude.gov.br

* REPASSE PARA TODOS OS SEUS CONTATOS, EVITANDO ASSIM A PROPAGAÇÃO DESTA NOVA DOENÇA!”

O incauto que clicar no link para “Visualizar Manual de Prevenção” será remetido para um domínio “barinet.com”, onde um aplicativo qualquer instalará coisas no seu computador. Provavelmente cavalos de tróia que arrecadam senhas e outros dados (não sei com certeza o tipo de maldade, porque não testei, mas que não é coisa boa, com certeza não é). Abram o olho e não sejam infectados por mais essa praga.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Peço licença para fazer algumas observações a respeito da Pandemia H1N1 e o que vem acontecendo no hemisfério Sul.

    1. O vírus H1N1 não é igual ao vírus da gripe sazonal.O sazonal possui tropismo pelo nariz e garganta; O H1N1 além destes, possui tropismo pelo pulmão, promovendo uma vasculite alveolite e conduzindo o paciente para uma DRAG(Doença Respiratória Aguda Grave, leia-se Insuficiência Respiratória grave!);A letalidade variou de acordo com a região do Brasil,tendo sido extremamente alta nos estados do Sul do País,principalmente Paraná e Rio Grande do Sul) e também na Argentina(regiões com clima parecido com a Europa!)

    2. Protejam as crianças e as gestantes.O MS precisa com antecedência recomendar o afastamento das gestantes de suas atividades trabalhísticas,pois têm maior probabilidade de evoluir de maneira grave.Quanto as crianças, estas transmitem o vírus por até 12-14 dias, portanto podem retroalimentar a epidemia! Aconselha-se divulgar medidas de prevenção, como lavar as mãos com água e sabão ou uso de álcool 70% e álcool gel, na impossibilidade de lavar as mãos e ensiná-las a tossir usando lenços descartáveis e até o cotovelo(Etiqueta da Tosse).Mas não tenham receio de afastá-las também de suas atividades escolares,principalmente os escolares e os da pré escola.O conceito de “perda de ano” é questionável.O que não se pode é perder a vida!

    3. Vacinem TODAS as gestantes, crianças em idade escolar e os profissionais de saúde prioritariamente! E, se possível, asmáticos, portadores de DPOC, portadores de diabetes,os imunossuprimidos, e os portadores de doença crônica cardíaca e renal,os obesos/obesos mórbidos.Estes constituem o grupo de risco e deveriam estar vacinados para a gripe sazonal(primeira arma contra este H1N1,segundo o CDC-USA), além da Pneumo 23 ou a heptavalente,principalmente para o grupo prioritário.

    4. Informem-se e divulguem informações a respeito da prevenção da gripe.Esta é uma arma imprescindível contra qualquer agente pandêmico;

    5. Quando houver circulação livre do vírus pandêmico H1N1, orientem os médicos a tratar a “síndrome gripal” e não uma possível H1N1. E não esperar pelo teste diagnóstico do PCR, pois:

    (a) Numa epidemia é bem mais provável que esta “síndrome” seja provocada pelo vírus pandêmico;

    (b) Com a circulação livre do vírus H1N1, perde-se a pista epidemiológica, e aí tanto faz a pessoa ser proveniente do Rio de Janeiro ou do Algarve. Precisa ser tratado o quanto antes com o antiviral, pois este abrevia o curso da doença e tem sua eficácia farmacológica máxima nas primeiras 48h!

    c) Aos médicos: Atentem para sinais de alerta como dispnéia com Freqüência Respiratória>25 em adultos, batimento de asa do nariz e uso de musculatura acessória (em crianças e adultos). Mas é importante, se possível, contar com um oxímetro para os casos duvidosos.

    (d) Gestante e crianças: tratem! Não esperem por sinais de agravamento. A presença de diarréia é, ou melhor, está sendo ínfima para os casos observados;

    (e) A evolução é rápida, sobretudo em adultos jovens e em gestantes. Evoluem para pulmão de choque ou SARA em horas. Muito parecido com Pneumonia por P. jirovecci, sendo recomendado a associação de antibióticos:Ceftriaxona Azitro ou Quinolona respiratória, tendo observado uma boa evolução para ambos ( e associar SFMTX TMP para os casos de imunossupressão ou portadores de HIV ).

    (f) RX: Múltiplas opacidades bilateralmente,tipo Sara, sendo mínimo complicações como derrame pleural. Atelectasias ocorrem usualmente.

    Recomendo a leitura de artigos publicados em português no site:

    http://www.pulmaosa.com.br
    e acompanhar o Twitter da Pulmaosa:
    http://twitter.com/pulmaosa
    Há disponibilidade de vídeos no:
    http://pulmaosa.vodspot.tv/
    E de Vídeos e notícias em:
    http://delicious.com/pulmaosa

    Encontro-me a disposição das Universidades/Sociedades Médicas,Sociedade de Pneumologia,etc. para maiores esclarecimentos.
    Atenciosamente,
    Dr. Marcos Nascimento, Md.
    Professor de Pneumologia da faculdade de Medicina da PUCPR-Curitiba-PR- Brasil
    Consultor em Tobacco Risk- Mayo Clinic
    Editor chefe do Site PULMÃO S.A- Sua Atmosfera, sua Vida!

    Posted by Paulo Cesar | setembro 13, 2009, 19:53

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos