// você está lendo...

Pérolas do DOE

Haja óleo de peroba!

Foto: James Tavares/SECOM

Foto: James Tavares/SECOM

Outro dia a gente brincou aqui com aquela outorga, ao LHS, do troféu Beto Carrero que ele mesmo havia instituído. Achei um absurdo. Parecia, no entando, uma coisa isolada, excesso de gratidão da turma do turismo, que realmente tem levado muita grana do “governo da centralização dos recursos dos fundos nas mãos daqueles de sempre”.

Pois acabo de saber que LHS e seus amigos fizeram uma ainda melhor. Espetacular. Uma das coisas mais ridículas de todos os tempos. Dá pra inscrever o estado no concurso mundial de caras-de-pau. Concorrente fortíssimo.

Vejam só:

O governo LHS instituiu, em 2005, a Medalha Conselheiro Mafra, a ser concedida àqueles que “prestaram relevantes serviços ao Estado na área jurídica”. Regulamentou-a em 2006.

Pois agora, nos informa o Diário Oficial do dia 22 de maio, o Conselho Superior da Procuradoria Geral do Estado deu ao “advogado Luiz Henrique da Silveira” a medalha Conselheiro Mafra! E ainda, pra reforçar, o registro foi publicado na área do DOE reservada aos atos do “Gabinete do Governador”;

Diz lá que o advogado em questão prestou “relevantes serviços ao estado na área jurídica”.

Uau! Como assim, cara pálida?

Como deputado, o “advogado Luiz Henrique da Silveira” não podia advogar. Como prefeito, o “advogado Luiz Henrique da Silveira” também não podia exercer a advocacia. Como governador, o “advogado Luiz Henrique da Silveira” igualmente tinha que se abster de prestar serviços na área jurídica.

Portanto, deve ter feito por merecer a medalha na sua tenra juventude, antes de iniciar a carreira política. Porque depois, durante os mandatos, a lei proíbe que o “advogado Luiz Henrique da Silveira” preste serviços jurídicos.

Se os ilustres membros do Conselho da Procuradoria estão gratos ao governador por alguma benesse que tenham recebido, deveriam achar outra forma menos vexaminosa de lhe puxar o augusto saco. Porque essa de dar ao “advogado Luiz Henrique da Silveira” uma medalha instituída pelo “advogado Luiz Henrique da Silveira” (no exercício do governo do estado), não tem cabimento.

Tenho a impressão que os procuradores, com o considerado Sadi Lima à frente, perderam o prumo. Só pode ter sido algum equívoco que passou despercebido. Recuso-me a acreditar que tenham feito isso em sã consciência.

Cáspite!

E já que estamos mergulhados no surrealismo do mundo jurídico das honrarias auto-concedidas, permitam-me perguntar, em juridiquês castiço: Quosque tandem, Catilina, abutere patientia nostra?

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Tio César,

    Taí uma medalha que ele merece, pois defender esta mer… do governo dele só sendo um bom advodago!

    Posted by lh | junho 22, 2009, 18:03
  2. Vou contar algo que pode explicar muito dessa situação. Luiz Henrique, quando criança tinha uma coleção de medalhinhas – São Jorge, Santa Catarina, Honra ao Mérito etc -, mas seu primo José Luiz, tinha mais, e ainda por cima uma porção que ele não tinha como conseguir, porque eram únicas: “Primeiro lugar na Maratona de Matemática”, “Talento do Ano para Principiantes de Piano”, dentre outras. Luiz Henrique sofreu muito por isso e prometeu que um dia ele passaria a coleção do primo e, ainda mais, teria medalhas que mais ninguém no mundo teria, como a de “Herói do Beto Carrero” e de “Advogado Padrão” (naquele tempo de “Bombeiro Padrão”, que era a profissão que ele queria ter).
    Luiz Henrique, com perseverança (e um pouco de vingança) conseguiu seu objetivo. Hoje sua coleção é quase o dobro da de seu primo José (que já engavetou a sua, mas ele não sabe). Luiz Henrique sonha agora com uma medalhinha do senado, daquelas de colocar na lapela. Se conseguir, vai convidar o primo José para a posse, só pra abraçar o primo encostando a medalhinha bem nas fuças daquele que um dia tripudiou sobre sua coleção.
    Aprendam, então: cuidado com os meninos que não ganham medalhas, eles um dia vão cobrar em dobro o que não receberam quando crianças.

    Posted by Carlos X | junho 22, 2009, 18:11
  3. Ele mereçe, pois para gastar R$ 8.750.000,00 na sua defesa, mais R$ 14.465.783,20 no WWTC e os R$ 2.000.000,00 dados ao Aldo Rei Neto, sem que o Tribunal de Contas, MP o pertubasse, é digno de qualquer medalha.
    Vai ser cara de pau assim lá no inferno;.

    Posted by adolfo | junho 22, 2009, 18:28
  4. Ave, “Caesar”!
    Respondendo à pergunta “malina”que fizeram a Catilina
    e que agora fazes à toda essa politicalha,
    Diria, caro César: Ad aeternum! Ad aeternum!
    Per omnia secula seculorum!
    “Enquanto houver um político, haverá aves de rapina”
    No Maranhão ou em Santa Catarina e até mesmo ali na eclesiástica Angelina.
    Não tenhas dúvida, “ad aeternum” abusarão da tua, da minha, da nossa paciência. Muitas vezes, no seco mesmo, sem qualquer vergonha ou vaselina.
    Obs: Apesar de ver escrito assim em vários lugares, não tenho certeza, mas penso que o melhor seria “abuteris” e não abutere”.. Mas, de há muito, esqueci meu latim, portanto, entenda como uma pergunta e não uma correção. E podes suprimir do comentário, esta ultima observação.
    Abr, waltamir

    Posted by waltamir | junho 22, 2009, 18:29
  5. Sera que ele gostaria de receber um diploma de Jornalista emerito, de tanto aparecer lá pelas bandas da ACI, é capaz de outorgarem a ele um pompozo certificado dourado e com fitinha e tudo que tem direito, inclua ai nos direitos os crocretes os caramoes e as bebericancias, alem dos sorrisos amarelejos e lambeçoes de de beija mao que é costume.

    Posted by J.L.CIBILS | junho 22, 2009, 20:29
  6. Esqueceste do tempo de Ministro da Ciência e Tecnologia.kkkkkkkk

    Posted by Nabucodonozor | junho 22, 2009, 20:43
  7. É Tio Cesar, só pode ser da habilidade de “ludibriar”(pra não dizer outra palavra), o STF. Mas, como dizem no Rio de Janeiro, Tá tudo dominado!

    Posted by Joanildo | junho 22, 2009, 21:18
  8. O Sadi Lima, se não fizer isso e muito mais, tá fora!

    Posted by Aldo Gonzaga | junho 22, 2009, 22:24
  9. Olá Cesar…

    Tem um ditado que diz: o que é combinado não é caro, e acrescento não se tornara caro… Desta forma entre eles está tudo certo. Que eu fiquei sabendo pela impressa e blog’s: homenagem ao Beto Carreiro, medalha para Bibi Ferreira e agora essa do LHS, como diz o Boris: – Isto é uma vergonha.

    È nesta hora que eu tenho vergonha de ser BRASILEIRO, nosso maior exemplo hoje na política LULA, nunca vi falar nada, nem quanto o Osama o elogiou. LHS pega sua tríplice aliança e vai pentear macaco…

    Posted by Fabio | junho 22, 2009, 22:58
  10. O Sadi Lima transforma sua biografia numa limonada. Uma pena.

    Posted by amilton alexandre | junho 22, 2009, 22:59
  11. Será que o próprio luiz henrique não fica com vergonha com umas medalhinhas dessa, sabendo que ele como advogado não fez nada por santa catarina, nem para a defesa dele?

    Posted by Belmiro | junho 23, 2009, 01:52
  12. Isso sem contar que na Festa do Divino o festeiro Galina Puxa-Saco conseguiu mais uma medalhinha “pro chefe”

    Posted by Carlos | junho 23, 2009, 11:51
  13. Mais uma dele: mudar a data da Oktober para julho, e assim aproveitar a fantástica leva de turistas em Curitiba e Porto Alegre durante a Copa. Ainda bem que até 2014 dá para varrer a corja do poder. Será?

    Posted by Fernando Silva | junho 23, 2009, 23:17

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos