// você está lendo...

Leituras online

Um ícone da política nacional

Hoje todos os jornais falam no Sarney (veja a coluninha Leituras Online, ali à direita). Nada mais justo. Afinal, ele e sua família lutaram por décadas para alcançar tal protagonismo nacional. Seu estado original (Maranhão) e seu estado anexado (Amapá), estão entre os mais pobres e desvalidos da União, porque tiveram que se concentrar em ajudar a família a acumular tudo o que acumulou, em fama, prestígio e apreço. Tem razão o presidente do Senado quando pede respeito e diz que não fala sobre essas picuinhas que a imprensa golpista insiste em remexer. Ele está acima disso. Mais precisamente, sentado sobre tudo isso. E quem fala mal dele e de sua família só está com inveja do sucesso (e da riqueza) deles.

Cartaz de 2006, usado no Amapá

Cartaz de 2006, usado no Amapá

Lembro que em agosto de 2006 uma blogueira do Amapá, a jornalista Alcinéia Cavalcante, publicou em seu blog um post intitulado “O Adesivo Perfeito” com essa charge do Sarney, que ela encontrou pintada num muro da capital. Na época leram-se, nos muitos blogs indignados, que fizeram uma corrente de solidariedade, as seguintes informações: “Dois dias depois da publicação os advogados de José Sarney entraram com uma ação solicitando a retirada da charge do ar. A jornalista então foi notificada pelo TRE a retirar (o que ela mesmo fez) além da retirada do próprio blog pelo UOL sem aviso prévio.”

Não é fraco esse Sarney. Mas a coisa se espalhou e o “adesivo perfeito” virou camiseta, vestida por gente muito apetrechada de atrativos, como a moça abaixo.

Infelizmente não consegui saber quem é... o autor da foto

Infelizmente não consegui saber quem é... o autor da foto

Minha contribuição, também em 2006, pra “melhorar a imagem”...

Minha contribuição, também em 2006, pra “melhorar a imagem”...

E eu, sempre procurando coisas pra ocupar o tempo, resolvi dar uma retocada na charge que não mostrava direitinho a cara do senador e ex-presidente. Ou seja, não lhe fazia justiça. Aí, lá em 2006, criei o adesivo acima, como forma de colaborar para difundir a campanha e ao mesmo tempo melhorar a imagem do indigitado político.

Nada disso deu muito resultado, porque os eleitores dos coronéis têm razões que a própria razão desconhece. Mesmo quando eles (os eleitores) se situam na câmara alta. Portanto, não é à toa nem sem merecimento que Sarney está onde está. Ele é o presidente que o Senado merece.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Dum ex-presidente que teve Luiz Henrique como seu Ministro de Ciência e Tecnologia não se pode esperar nada melhor!

    Posted by lh | junho 16, 2009, 11:50
  2. È a mais perfeita personificação do coronelismo que viceja em nossos grotões. Mas o que preocupa é a impressão, de que se multiplicam feito erva daninha, pois parece que estão conseguindo fazer escola entre seus pares, e os outros poderes, conseguindo com isso contaminar todo tecido social.

    Posted by Max Paul | junho 16, 2009, 16:16
  3. Cesar, eis o post que escrevi sobre a campanha “Xô Sarney” quando ela surgiu, em 2006: http://migre.me/2xRq

    Posted by Alexandre Inagaki | junho 19, 2009, 16:23

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos