// você está lendo...

Deputados

SC: líder em risco de acidentes terrestres

Ontem, ao comentar o acidente do avião da Air France, falei na quantidade de mortos nas estradas. Hoje, a propósito de divulgar informação sobre um projeto de lei que apresentou, o deputado Cesar Souza Jr (DEM) enviou alguns dados estarrecedores sobre essa carnificina terrestre:

“Pesquisas recentes do Ministério da Saúde, que analisam as causas de mortalidade dos brasileiros, constataram que Santa Catarina é o Estado que apresenta o maior risco de morte para todos os tipos de Acidente de Transporte Terrestre (ATT): atropelamentos, acidentes com motos e colisões de veículos. A taxa padronizada (risco de morte) em nosso estado é a maior do Brasil, de 31,7 óbitos para cada 100 mil habitantes. Em relação a acidentes envolvendo jovens, entre 18 e 29 anos, Santa Catarina mantém a posição com 32,9 mortes por 100 mil habitantes.”

Taí, mais um quesito em que a Santa e Bela é líder. Não sei como é que deixam um estado que está na vanguarda em tantos aspectos (saneamento básico, por exemplo), ficar de fora da copa do mundo. Certamente não levaram em conta esses relatórios técnicos.

O projeto do deputado, se aprovado em todas as instâncias e transformado em lei, obrigará “o Poder Executivo e as concessionárias de rodovias em Santa Catarina a instalar placas que incentivem a denúncia de motoristas com sinais de embriaguez”. Por meio do apelo “denuncie motoristas com sinais de embriaguez” junto a números de telefone, espera-se que, ainda nos bares e restaurantes, se evite que o bebum assuma a direção. Ou, pelo menos, que as autoridades fiquem sabendo que no carro tal, placa tal, vai um sujeito que alguém, ao telefone, informa que pode ter bebido além da conta.

Não vou discutir profundamente o mérito do projeto, mas parece mais um daqueles esforços bem intencionados que vão esbarrar na inviabilidade prática: de nada adiantará aumentarem as denúncias, sem que os efetivos policiais que cuidam do trânsito sejam ampliados. Sem contar o volume de falsos positivos: o sujeito que tem algum problema na perna e anda meio esquisito, pode se confundido com um bêbado. O desafeto a quem queremos incomodar, fazendo parar numa barreira policial, também é um alvo em potencial da denúncia. Parece, à primeira vista, uma medida que, isoladamente, pode resolver pouca coisa.

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Tio César,

    É isto aí, muita fanfarronice para nada!
    Por que o Deputado, adepto da tríplice aliança, não instiga a PM a bater ponto todas as noites no Coxixos?
    Lá a bebedeira motorizada deita e rola de forma contumaz!
    E eles, poder acentado sem uso indevido da mídia, não fazem nada!

    Posted by lh | junho 2, 2009, 17:24
  2. O deputado, o qual faz parte da base do governo, poderia solicitar aos colegas dele no executivo que colocassem os PMs nas ruas para que cobrem dos motoristas a simples obediência às leis de trânsito. Só isso resolveria grande parte dos problemas.
    Esse jovem deputado não está começando muito bem, a meu ver, ao dispor o próprio tempo e o nosso dinheiro, por tabela, em projetos inócuos. Fazem espuma e jogam para a platéia. Mas pensar e trabalhar verdadeiramente, com objetivos maiores que os supostos dividendos políticos que este tipo de projeto traz parece ser pedir muito a qualquer membro desse governo que aí está…

    Posted by Yuri | junho 2, 2009, 19:05
  3. Eu vou discordar dos senhores. Acho o projeto interessante, pq nas estradas nao esta a PM e existem dificuldades para se fiscalizar os motoristas infratores que causam risco a vida. Uma sinalizacao clara de como um ^cidadao motorista^ pode denunciar a outro que estrapole na velocidade, ultrapassagem ou ate mesmo sinais de embriaguez me parece uma forma de suprir a falta de controle existente hj. Hj qualquer politica publica para ser efetiva, deve ter a participacao em algum momento do cidadao. Em termos de custo nao acarretara grandes investimentos e em termos eleitorais nao creio que agregue muitos votos, pelo contrario.

    Posted by Rodrigo | junho 2, 2009, 22:50
  4. Eu vou empatar o jogo. Vejo como uma boa iniciativa o projeto. Nos Estados Unidos a ideia funciona. Lá, a fiscalização é muito maior e as pessoas anotam as placas para denunciar. Parabéns ao deputado Cesar Souza Junior, sempre atento às questões que envolvem o dia-a-dia dos cidadãos.

    Posted by Kenett Luiz | junho 3, 2009, 16:24

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos