// você está lendo...

Pérolas do DOE

Dinheiro não falta!

Foto: Jacksson Zanco/SECOM – Junho de 2004

Foto: Jaksson Zanco/SECOM – Junho de 2004

AMOR ANTIGO – Na foto acima LHS e Gobbi (da Adjori) colocam broches do congresso da entidade nas respectivas lapelas, nos idos de 2004. A foto abaixo, também distribuída pelo governo do estado, já é de 2005. Nela Gobbi, em Rio do Sul, “ressalta a importância da descentralização” (segundo a legenda oficial) e a importância dos pequenos jornais. Não é à toa que a Adjori figure com destaque no processo do TSE e que o jornal do presidente ganhe dinheiro público para comemorar seu aniversário.

Foto: Dante Bonin/SDR Ibirama – Outubro de 2005

Foto: Dante Bonin/SDR Ibirama – Outubro de 2005

Todo mundo sabe que o processo de cassação do LHS, cujo julgamento está para reiniciar no TSE tem, como parte importante das provas, o relacionamento entre o governo e a Adjori (Associação dos Jornais do Interior).

A certeza de que o TSE não vai cassar LHS é tanta que o governo já voltou a repassar graninha para a Adjori, antes mesmo de terminar o julgamento.

Está no Diário Oficial do Estado do último dia 30 de março: o governo, por intermédio do “Funcultural – Fundo de Incentivo ao Turismo” (sic) deu R$ 73.500,00 para a Adjori, a propósito do projeto “25 anos do jornal Folha do Oeste”.

E vejam só que enorme coincidência: quem assinou o recibo do presentinho foi o presidente da Adjori, Miguel Ângelo Gobbi que é, concomitantemente e ao mesmo tempo, dono da Folha do Oeste. Ah, e ele também estava entre aquelas testemunhas que o LHS tentou colocar para serem ouvidas no processo que está no TSE, mas isto não tem nada a ver com aquilo. Acho.

Diante disso, aquela confusão “Funcultural – Funturismo” perde relevância. Deve ter sido apenas mais um daqueles errinhos ctrl c + ctrl v do Diário Oficial, com que já estamos começando a nos acostumar.

ASSINATURA PREMIADA

Já não podemos dizer que o governo do estado só assina jornais e revistas de grandes grupos de comunicação. Está no DOE que, naturalmente por inexigibilidade de licitação, o governo, via SDR de Concórdia, comprou 499 assinaturas (ué, por que não 500?) da Editora de Jornais Alto Uruguai Ltda, que publica o Diário do Oeste, de Concórdia.

O contribuinte catarinense pagou, pela brincadeira, R$ 95.808,00. O que dá uns R$ 192 por assinatura. Precinho especial, né não?

Ah, lá explicam que os jornais serão usados no projeto “Jornal na Escola”.

EM TEMPO

Putz, preciso parar de ficar publicando essas coisas, senão o DIARINHO nunca vai conseguir vender assinaturas pras escolas e terá que terminar a comemoração de seus 30 anos sem receber nenhuma ajudinha oficial…

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. Ave Cesar! Em dado momento do texto vc afirma: “A certeza de que o TSE não vai cassar LHS é tanta que…”. Que tal explicar MELHOR isso, pra gente, hem?

    Posted by Walkiria | abril 22, 2009, 19:17
  2. Walkiria, eles estão em clima de “já ganhou”, achando que a pressão do PMDB nacional e todos os seus próceres e ministros conseguirá fazer ver ao TSE que LHS não deve ser cassado. Quem ouve alguns deles falar acredita até que o julgamento já terminou, com absolvição por unanimidade. Só isso.

    Posted by Cesar Valente | abril 22, 2009, 19:29
  3. São na realidade 500 assinaturas, mas “só” foram pagas 499.
    Uma “assinatura” foi “cortesia”.
    Strix.

    Posted by Strix | abril 23, 2009, 00:14
  4. A Adjori existe há quanto tempo? E há quanto tempo este senhor é “eleito” presidente da Associação? Já verificaram a “evolução” patrimonial do senhor
    Miguel Ângelo Gobbi?

    Posted by Maria da Silva | abril 24, 2009, 08:28

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos