// você está lendo...

Pérolas do DOE

O cliente mão aberta

Ontem coloquei a mão num dos tais Atlas de Santa Catarina que o governo LHS, por intermédio do generosíssimo secretário Paulo Bauer (PSDB), comprou. Na minha cabeça, atlas era um livro grosso, de capa dura, cheio de informação relevante. Quando comecei a folhear aquilo que mais parecia uma revista, com lombada quadrada e cerca de uma centena de páginas, aparentemente sem estrutura para agüentar muita gente manuseando, custei pra acreditar.

Mas era mesmo o tal atlas, que o governo comprou por cerca de R$ 23 cada um (no total, os 170 mil exemplares custaram R$ 4 milhões). Em praticamente cada página ímpar, uma foto de página inteira. Foto muito bonita, mas que só acentua a semelhança do atlas com uma publicação promocional. Uma revista de turismo. Bonita e bem feita. Mas frágil e efêmera como uma revista.

Mas isso não é muito importante. O importante é que o secretário Bauer, que comprou os atlas, que fez com a Lego um negócio da China (para a empresa dinamarquesa, é claro), que deu grandes alegrias para os acionistas da Melhoramentos e a turma do Ziraldo, continua mão aberta.

No Diário Oficial do Estado do último dia 5 de março, está registrada a inexigibilidade de licitação (coisa absolutamente rotineira, o fora do comum é realizar licitação) para a compra de 170 mil coleções do “material didático pedagógico coletânea da cidadania”. Como está ficando claro, 170 mil é um número cabalístico para a educação catarinense.

A coleção é composta de três volumes (“documentos e leis do cidadão”, “órgãos públicos a serviço do cidadão” e “cidadão e escola, direitos e responsabilidades”) e custou-nos a bagatela de… R$ 4 milhões. Claro, o padrão se repete. Bom, sejamos justos, não foram exatamente R$ 4 milhões. Foram “apenas” R$ 3.986.500,00.

Outra tendência que começa a se estabelecer: em Santa Catarina pequenas empresas podem firmar contratos milionários sem deixar de ser ME. A fornecedora desse material (que não deve ter concorrente no mundo, donde a dispensa de licitação) é a Empresa Gráfica Alvart Ltda. ME , do seu Prochnow, ali de São José.

A nossa última esperança é que o material não seja muito ruim e que, ao consultá-lo, alguns dos estudantes percebam que uma das principais atitudes dos cidadãos é ficar de olho no uso do dinheiro público. E questionar, a todo momento, por que tamanha generosidade.

Será que R$ 3,9 milhões não seriam suficientes para dotar de ventiladores as “modernas” escolas-melancia com janelinhas basculantes que tornam as salas verdadeiros fornos no verão? Ou então pagar por um projeto arquitetônico que desse algum conforto a alunos e professores?

Discussão

Comentários estão desativados para este post.

  1. É phlóda!

    Posted by LesPaul | março 11, 2009, 20:48
  2. Olha, R$ 4.000.000,00 dá para comprar, no mínimo, 40.000 (quarenta mil) ventiladores. Isso se os ventiladores forem comprados em qualquer loja de eletrodomésticos. Mas, pensando bem, mesmo através de licitação, creio que esse governo que esta aí só vai “conseguir”, no máximo uns 25 mil ventiladores… Sabe como é, sempre em licitção o custo e maior…será porquê? (prefiro não comentar… rsssssssssssssssssss)

    Posted by Arisitliano | março 11, 2009, 21:07
  3. … e eu aqui na praça, dando milho aos pombos …

    Posted by carlos | março 11, 2009, 22:57
  4. o bauer, faz a alegria da cequipel ( que faz carteiras escolares) há muito tempo. essa dita empresa, chupa dinheiro publico em varios estados, especialmente aqui com quem faz negocios há muito tempo.

    Posted by cristiano | março 12, 2009, 00:06
  5. Vamos combinar: praticamente nada que é vendido a qualquer instância do governo é feito com preço real. Mesmo com licitação,há combinações de todo tipo e ssuper faturamento a vontade. Sem licitação, então, é pule de 10. Tem aquele papo que há excessões. Claro que sim. Mas só para confirmar essa regra clara: a maracutaia é a norma. Alguém acha que não? Há inocentes no recinto?

    Posted by Carlos X | março 12, 2009, 09:10

Posts recentes

O fim de uma era
23 de maio de 2014, 17:27
Por Cesar Valente
E aí? Abandonou o blog?
6 de maio de 2014, 17:46
Por Cesar Valente
Brasília real aos 54 anos
28 de abril de 2014, 22:12
Por Cesar Valente
Beleza e crueldade
28 de abril de 2014, 22:01
Por Cesar Valente
A semana dos enigmas
17 de abril de 2014, 8:09
Por Cesar Valente

Arquivos